Yorkshire Terrier


O Yorkshire terrier é um cãozinho pequeno, alegre, afetuoso , muito brincalhão e extrovertido. Como é muito ligado ao dono, não gosta muito de ficar sozinho.

A vantagem desta raça é a de se adaptar a ambientes ou lugares pequenos, sendo desta forma ideal para ser mantido dentro de casa.

Uma criança dona de um Yorkshire, nunca se sentirá só, porque ele estará sempre chamando a atenção, fazendo gracinhas e palhaçadas, provocando-a para brincadeiras e fazendo carinhos e até chamegos visando agradá-la ou consolá-la.

Padrão

País de Origem Inglaterra
Nome de Origem Yorkshire Terrier
Ultilização Companhia
Expectativa de vida 13 a 16 anos
Inteligência 27º no ranking
Machos Fêmeas
Altura da cernelha 17-23 Cm 17-23 Cm
Peso 1,2-3 Kg 1,2-3 Kg


História do yorkshire

O Yorkshire é originário do Condado de York, na Inglaterra, suas primeiras referências datam de 1850, em Yorkshire.

Esta raça foi criada por operários interessados em ter um cão pequeno, mas que fosse um bom caçador de ratos, muito numerosos na região onde trabalhavam.

Criadores, entusiasmados com o Yorkshire, fizeram uma rigorosa seleção de reprodutores, melhorando desta forma o padrão, obtendo os magníficos e belos cães hoje conhecidos.

Devido as suas extraordinárias características, a aristocracia Inglesa logo se entusiasmou pela raça, transformando o Yorkshire em um cão de estimação. No fim da Era vitoriana a raça atingiu prestígio quando um exemplar foi escolhido pela rainha Vitória como seu cão de estimação, comportamento logo imitado pelas senhoras aristocratas e da alta burguesia, elegendo o Yorkshire como companhia, ornamentando seus animais de acordo com o modelo da roupa usada no dia.

Temperamento do yorkshire

Muito inteligente, o Yorkshire aprende tudo com muita facilidade, desde lições de obediência a hábitos de higiene.

É um cãozinho dócil, esperto e carinhoso. O Yorkshire está sempre em movimento, não fica parado, estando sempre correndo de um lado a outro, pulando e latindo, sempre transmitindo alegria a todos que o cercam.

Pela sua grande simpatia, temperamento alegre, carinhoso e pelas suas característica físicas, o Yorkshire é um dos cães preferidos como cão de companhia. Além disso é um bom vigia, dando alarme quando percebe algum som estranho, um movimento suspeito, uma pessoa estranha, latindo imediatamente. Basta tocar a campainha e ele sai correndo até a porta.

Cuidados com a saúde do yorkshire

Os Yorkshires, como os Terriers, em geral, são rústicos e fortes, mas a sua miniaturização exagerada os torna fracos e propensos a problemas de saúde.

Fêmea ou Macho?

Quando se pretende adquirir um cão de companhia, deve-se considerar alguns fatores, dentre eles, o sexo do animal.

Fêmea – Normalmente a fêmea do Yorkshire é mais calma, meiga, atenciosa, dócil e carinhosa que os machos; gosta de brincar e parece mais apegada ao dono e dele mais dependente. Para alguns autores, a fêmea é mais atenta ao ensino e ao treinamento que o macho.

A fêmea do Yorkshire tem no entanto o inconveniente do cio que ocorre de 6 em 6 meses, podendo sujar tapetes , poltronas, podendo ser evitado o transtorno como por exemplo colocando-se uma fralda especial na cadela.

Quando a cadela está no cio, ela deve ficar presa e separada dos machos visando-se evitar um acasalamento indesejado.

Macho – Normalmente são maiores, mais fortes, dominadores e menos delicados, meigos e carinhosos do que as fêmeas.

Os Yorkshires, tanto machos quanto as fêmeas, apresar das suas diferenças, são excelentes cães de companhia, meigos e carinhosos, não só com os donos mas com todas as pessoas da família.

Cuidados com o Pelo do yorkshire

Os pelos do Yorkshire devem ser penteados no mínimo 2 vezes por semana. O melhor é pentear diariamente, evitando a formação de nós.

Depois de penteado deve ser escovado para dar brilho ao pelo, escovando-se em cima e por baixo, sempre no sentido do crescimento dos pelos. Uma escova especial, vendida em loja especializada deve ser utilizada para evitar que o pelo do Yorkshire se danifique, pois este é muito fino e delicado.

O pelo do Yorkshire pode crescer e começar a arrastar pelo chão, por isso devemos apará-lo para ele poder andar direito e não tropeçar. Deve-se também fazer o triming curto 1 vez por mês nas pontas das orelhas e nas patas, visando arredondá-las e definir melhor a aparência do cão.

Comentários

Leave a Reply

Or

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>